Home A Paintugal Associa-te Núcleos Parceiros Galeria Censos Notícias INSCRIÇÕES  
alt text

Autor Tópico: Rescaldo  (Lida 11468 vezes)

Offline Miss_DeeDee

  • Se rastejares como falas...
  • ***
  • Mensagens: 702
  • Karma: +7/-1
Rescaldo
« Responder #15 em: Setembro 20, 2005, 05:43:55 pm »
Olá a todos

O meu parecer do jogo é magnifico...

Começando pela paisagem, o terreno de jogo (simplesmente brutal) o convivio, os jogadores... mto bom!!

Saliento 3 pontos, um deles onde falhei ao fazer render 2 elementos da minha equipa  que estava com a braçadeira vermelha, ausentei-me do briefing e não ouvi (já pedi desculpa aos envolvidos), um pequeno desatino com um jogador que se recusava a sair e a coragem do Pedro que mesmo devido ás suas limitações nos ensinou uma grande lição... os meus parabens!

Ao Mateus e o pessoal da Raia Aventura, um mto obrigado!

Aos manos do Bando de Irmãos.. eramos poucos mas tivemos ao mais alto nível 8)

Beijinhos a todos

*Miss_DeeDee

Offline mateurix

  • Domina as técnicas da camuflagem
  • ***
  • Mensagens: 54
  • Karma: +0/-0
Rescaldo
« Responder #16 em: Setembro 20, 2005, 11:04:08 pm »
Antes de mais quero agradecer a presença de todos para o 1º Big game que organizo, com a colaboração imprescindivel do BI é claro, e depois de ler as criticas anteriores e sem fazer referencia a nenhuma cor futebolistica, o unico que há para dizer é
SÓ EU SEI PORQUE NÃO FICO EM CASA.
e é claro que é pelo paintball.

De facto o cenario era magnifico, quer seja pela questão do paintball quer seja pela paisagem natural em si.
Eu, como é obvio, estive atento á criticas e openiões de todos, e tentei resolver algumas falhas na segunda missão e que eu axo que resultou, no entanto eu estava consciente de que os objectivos eram dificeis e que iam gerar confrontos bastante animados e foi o q aconteceu.

Relativamente aos imortais, assisti de facto a algumas situações e axo q é despresivel este tipo de actuação num jogo que nem a feijões é, e que se pode "morrer" varias vezes, e continuar em jogo alguns minutos depois. É perfeitamente escusado estas atitudes.

Peço desculpas pela falha da nossa parte em relação ao compressor, mas tambem estamos dependentes de outros em relação a isto e de facto foi uma falha que atrazou em muito o tempo de espera para jogar. Espero que tenham gostado das bifanas e das minis  :D

E para terminar,
Uma referencia muito especial ao Ex.mo Sr. pedro que deu uma lição de vida a todos. Eu gostaria de ter 10% da tua coragem. Tive pena de não ter tido um contacto mais aproximado, mas concerteza que oportunidades não faltarão.

Até á proxima e bons tiros para todos.
Mateurixxxxxxxxx dos Paintbolixxxxxxxxx's

Offline pedjo

  • Domina as técnicas da camuflagem
  • ***
  • Mensagens: 90
  • Karma: +1/-0
  • Sexo: Masculino
Rescaldo
« Responder #17 em: Setembro 21, 2005, 12:23:17 am »
foi mesmo espetacular, sem duvida!

parabens aos organizadores de mais um dia de pura adrenalina, neste cenário 5*. houve algumas falhas mas não comprometeram...

fiquei muito satisfeito pela presença da cruz vermelha no local que se justificou plenamente (felizmente nada de grave).

os jogos correram bem, só foi pena não se terem cumprido os objectivos principais, tanto de manha como de tarde... era dificil entrar no edificio, mas não era impossivel. com muito sacrificio muitas baixas...
combates muito proximos e de surpresa mantinham a adrenalina muito elevada.
jogo paintball desde agosto 2002, já são incontaveis os impactos que levei, mas nunca arrancou pele e fez sangue como desta vez.

já o meu avô dizia: quem leva impactos por gosto, não sofre.

para terminar quero agradecer ao pedro por ter jogado comnosco. jogou (literalmente) lado a lado  comigo, tanto de manha, na defesa como a tarde na linha da frente ao ataque.

pedro quero fazer-te um pedido: aparece sempre que te for possivel, nós e o paintball nacional precisa de jogadores determinados como tu.

fiquem bem

Offline Baby

  • Se rastejares como falas...
  • ***
  • Mensagens: 532
  • Karma: +5/-3
Rescaldo
« Responder #18 em: Setembro 22, 2005, 12:10:56 am »
Boas Pessoal


Depois de lêr tudinho....só posso dizer uma coisa...tenho TANTA PENA de não ter ido  :cry: !!!!

Mas para a próxima não falto :wink: !!!!!

Bjinhuxxx a todos

Offline ferra

  • Milsim Officer
  • Acorda de noite para ir "postar"
  • *****
  • Mensagens: 5483
  • Karma: +27/-1
  • Sexo: Masculino
  • The Emperor is with me!!!!
Rescaldo
« Responder #19 em: Setembro 22, 2005, 12:16:54 am »
Citação de: "Baby"
Boas Pessoal


Depois de lêr tudinho....só tenho posso dizer uma coisa...tenho TANTA PENA de não ter ido  :cry: !!!!

Mas para a próxima não falto :wink: !!!!!

Bjinhuxxx a todos


.... é bem que não faltes é!!!!!....

"Stack up, Squeeze....CLEAR!!!!!!!!!!!!!"

Offline Baby

  • Se rastejares como falas...
  • ***
  • Mensagens: 532
  • Karma: +5/-3
Rescaldo
« Responder #20 em: Setembro 22, 2005, 12:19:04 am »
:)

Offline ferra

  • Milsim Officer
  • Acorda de noite para ir "postar"
  • *****
  • Mensagens: 5483
  • Karma: +27/-1
  • Sexo: Masculino
  • The Emperor is with me!!!!
Rescaldo
« Responder #21 em: Setembro 22, 2005, 12:30:06 am »
^^^^^^^^^^
ainda por cima a estrear equipamento... vais com uma ganância!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ai!!!

"Stack up, Squeeze....CLEAR!!!!!!!!!!!!!"

Offline Garrano

  • Trata por tu os árbitros
  • *****
  • Mensagens: 315
  • Karma: +2/-0
Rescaldo
« Responder #22 em: Setembro 22, 2005, 04:08:12 pm »
Aqui vai a minha modesta e ligeiramente requentada opinião/impressão :) :

Integrado numa “caravana” vinda do norte, cheguei ao local um pouco atrasado para a hora marcada mas ainda bastante a tempo de cumprimentar conhecidos e amigos, equipar-me com toda a calma e andar por ali a confraternizar com este e com aquele, enquanto se esperava pelo enchimento das botijas e pelo briefing, depois destes pequenos atrasos (e quem nunca esteve ligado à organização de uma coisa destas que atire a primeira pedra :) ) lá partimos para o inicio do jogo, não sem antes passarmos todos pelo cronógrafo e verificarmos que os nossos marcadores estavam um pouco “quentes” e a disparar acima da velocidade permitida para este jogo (250 a 260 fps), principalmente as daqueles que como eu não dispõe de acesso fácil a um aparelhinho destes, mas resolvidas as questões da segurança e afinados os marcadores, lá fomos para o nosso posto dentro do objectivo que era defender a sala de controle dentro do edifício principal.

No inicio tememos um ataque em massa ao edifício e mantivemos um bom numero de jogadores no edifício, quando isso acabou por não acontecer e a parte mais massacrada estava a ser o piso superior, fiquei eu e o Nelson da Spetnaz encarregues da defesa do rés-do-chão e aguentamo-nos assim durante mais de metade do jogo, conseguindo manter os adversários ao largo até ao momento em que uma equipa bem organizada, introduziu-se no interior do edifício e com alguns membros no exterior, a coberto de uma distracção dos nossos camaradas no piso superior, conseguiram atingir-me, embora o Nelson ainda se tenha aguentado mais um bom bocado a guardar uma das escadas de acesso.
Voltando após o toque de entrada em jogo para dentro do edifício (como eram as regras do jogo da manhã), não demorei muito a pagar a minha falta de atenção com um disparo em cheio no peito, vindo de uma das janelas viradas ao mato… toca a voltar para o hospital.
Mais um vez em jogo, desta vez agi com mais inteligência, procurei inteirar-me da situação e só depois agi, a defesa da sala, embora pressionada, não estava em risco, o tempo para o fim do jogo aproximava-se rapidamente do fim, pelo que eu e o Ghillie resolvemos ir ver o que se passava no rés-do-chão, pé ante pé e em silêncio, começamos a descer as escadas, procurando cobrir todos os ângulos e aproveitar a cobertura que o “terreno” nos oferecia… um membro da equipa adversária assoma-se a um porta, uma rápida troca de bolas e fomos mais certeiros, com fair-play saiu de jogo e “deixou-nos” o caminho livre para continuarmos até às outras escadas, onde provavelmente estaria alguém, movendo-nos em silêncio, a adrenalina a bombar, até que nos temos as escadas em linha de vista e de repente aparece-nos o Crusty e mais um amigo a descer as escadas a uns 5m de distância, disparei e a intensidade do momento levou a que o fizesse três vezes quase sem me aperceber :(, caí em mim e apresentei logo as minhas desculpas, que o Crusty embora naturalmente indignado a principio, compreendeu que não o tinha feito por maldade (e mais tarde já com o jogo terminado fui ter com ele e tudo ficou completamente sanado), em relação ao outro jogador, acordamos recuar ambos, pois naquele momento estávamos demasiado perto, depois recomeçamos, mas daí a pouco terminava o jogo.


Na parte da tarde, invertidos os papeis, cabia agora à minha equipa tentar a conquista “quase impossível” da sala de controle, mas como estávamos ali para jogar e nos divertir, havia que tentar.   Com boas movimentações, em que para além do risco de sermos atingidos por adversários, havia o risco de ser vitimas de “fogo amigo”, pois a necessidade de atravessar linhas de fogo era constante (aqui estava o Pedro a obrigar os adversário a manterem a cabeça dentro do edificio), conseguimos eliminar a resistência do rés do chão e controlá-lo, isto até começarmos o ataque ao piso superior (e consequente perda de elementos) e à chegada de reforços adversários que vinham do hospital, neste confronto fui eliminada, embora não tenha sido pintado, fui atingido, e como já me tinha dado como morto, tive que ir até ao hospital.  Desde essa altura, não devo ter falhado nenhuma “recolha” ao hospital, sendo atingido várias vezes, acabei por não ir mais nenhuma vez até à zona do rés-do-chao da sala de controlo, e fui participando na defesa da casa mais perto do nosso hospital, umas vezes sozinho, outras acompanhado momentaneamente, mas como era necessário controlar aquele ponto para permitir que os nossos jogadores chegassem mais perto do objectivo e tentar a sua sorte, um pouco contra a minha vontade, mas consciente da minha função ali, decidi-me ficar por lá, e assim foi durante a ultima meia hora, saí uma vez atingido para voltar logo de seguida lá para dentro, para que os defensores não ficassem com controlo absoluto do terreno.


Em relação ao jogo queria aqui felicitar a equipa da Raia Aventura, que proporcionou um grande dia de Paintball num sitio muito agradável onde quem quis teve a oportunidade de acampar e tomar banho, não só no rio como num balneário depois do jogo, bem como a equipa de socorristas.  O seu trabalho foi com toda a certeza grande e merece (e com certeza tem) o reconhecimento de todos.

Quanto às situações reprováveis que existiram em jogo acho que têm um pouco a ver com o facto de as pessoas se esquecerem de que o jogo, como muito bem disse o Mateus, nem a feijões era.   A falta de fair-play é como um vírus que é trazido não se sabe bem por quem, mas que se instala e começa a fazer vitimas entre os mais frágeis, que ao presenciarem uma má situação, multiplicam-na agindo da mesma maneira e contaminando outros.
As pessoas têm 1º que compreender que só porque viram fazer, não estão autorizadas a agir da mesma maneira e depois, mas não menos importante, que não devemos tirar conclusões precipitadas e até infundamentadas.  Neste segundo ponto é que a “porca torce o rabo” pois todos (eu pecador me confesso) estamos sujeitos a isso.  Umas vezes temos a certeza que acertamos em alguém, e até acertamos mesmo, mas não pintou (Filhas da mãe das bolas!!), entretanto a pessoa esconde-se ou desaparece, outras vezes acertamos, pintamos, o adversário sai, mas não o vemos sair (eu na casa da ponta fiz uma vez isso propositadamente, fui pintado, saí, mas não fiz alarido, pois como estava sozinho não quis fazer grande alarido para que a tomassem de rompante, eu não creio que haja nenhuma regra que nos obrigue a certificarmo-nos de que o adversário nos viu sair, mas como bem disse o Masterchief, e para evitar os mal entendidos de que falo, se possível devíamos).    A verdade é que ficamos com aquilo a moer-nos o pensamento e comentamos, criando ali uma espiral de desconfiança que põem todos de sobreaviso.  O facto de só haver um árbitro potencia esta situação, embora todos tenham de compreender que isto era suposto ser mais um BIG Game para encontro de amigos e é sempre injusto para quem fica de fora (árbitro), por isso agradecimentos especiais ao Mateus.
Era interessante fazer um inquérito ao fim do jogo e ver que tinha visto alguém ser efectivamente pintado e ter limpado ou continuado em jogo.
Uma coisa má e bastante mais visível foram os marcadores a disparar em velocidades acima  do permitido.  O meu tinha sido regulado para 252fps e disparava contra alguns em que via as bolas descreverem um arco e caírem-lhes aos pés e as deles passarem bem por cima da minha cabeça.  Creio que temos de implementar inspecções surpresa durante os jogos e “anotações” em caso de anomalia.

Antes de terminar queria agradecer mais uma vez a todos os que organizaram, a todos os amigos que revi e aos novos que fiz (obrigado pela vossa presença e boa disposição) e desejar a total e rápida recuperação ao GIL que rasgou um joelho no fim do ultimo jogo e teve que levar 2 pontos internos e 4 externos.   Ahh!!  E os meus pêsames às gentes da Sertã, que têm no seu Centro de Saúde Profissionais (supostos) que acham mais importante discutir as cores dos sofás novos a cuidar dos pacientes…  Situações tristes deste nosso Portugal…

Fiquem bem e até à próxima!!
Paintball Recrativo para todos.



www.sparta.com.pt

 

alt text